Arquivo de agosto, 2010

de volta!

Tanto poder argumentativo, tanta doçura e esperteza, tantos “porquês”, e a casa aqui vazia, sem uma atualização qualquer. Não dá. Não pode.

Daí que eu devo ter perdido o hábito, né. Por ora, ficamos com um artigo do pai-marido-jornalista-blogueiro-palpiteiro preferido da praça lá de casa (leia aqui).

.
Saiba: bons filmes ou livros infantis costumam arrebatar tanto ou mais que muitos marmanjos tarimbados de cannes ou sundance, viu, filha?!
.